blog

Geral

Vouchers: uma solução para manter a saúde do seu caixa

22/05/2020

Diante da atual crise causada pelo novo Coronavírus, muitos negócios precisaram se adaptar para continuar atendendo os seus clientes. A tentativa de manter o giro de caixa e evitar a demissão de funcionários ou, o próprio fechamento definitivo, ocasionou na busca pela inovação, uma delas: os vouchers.

Para quem não sabe, um voucher é uma espécie de cupom que vale um produto ou um serviço.

Várias empresas já embarcaram nessa tendência: restaurantes, bares, pubs, salões de beleza, barbearias e, até mesmo, agências de viagem. Nesse momento, em que a grande parte desses estabelecimentos estão fechados, os vouchers são adquiridos agora e usados em um futuro próximo.

Para atrair o consumidor, essa venda diferenciada costuma ser oferecida com descontos. Tem desde salão de beleza ofertando um valor x para a cliente usar como quiser, até bares vendendo um voucher de R$100,00 e cobrando apenas R$50,00. Você pode ver alguns exemplos nessa matéria da UOL.

A fim de ajudar os menores, algumas grandes empresas, principalmente de bebidas, tem realizado campanhas para ajudar na venda desses vouchers. Para participar, o estabelecimento é cadastrado e a venda realizada pelo site do próprio idealizador que, em alguns casos, chega a oferecer 50% de desconto para o consumidor. As campanhas mais conhecidas são a Apoie um Restaurante, Brinde do Bem e Ajude um Buteco (já encerrada).

Um bar de Pato Branco (PR), que participou dessa última, arrecadou mais de R$5.000,00 em produtos de uma cervejaria, com 56 vouchers vendidos, sendo o décimo bar mais procurado do Paraná. A responsável pelo estabelecimento, Ana Paula Bonetti, conta que “foi um acordo ótimo! A venda foi muito boa, mesmo eu não tendo investido muito em propaganda”. Agora, eles aguardam o repasse dos produtos pela cervejaria.

Mantendo a saúde do caixa no momento de crise

Essa venda antecipada é uma das formas de manter o giro de caixa nesse momento de distanciamento social.

Visto que, apesar de momentâneo, pode colaborar no pagamento de despesas fixas, como o aluguel ou o salário de funcionários por um tempo. Pois, mesmo os lugares que já puderam abrir, ainda não recebem o mesmo número de clientes que recebiam antes da pandemia.

Deixe as regras de utilização do voucher explícitas ao seu consumidor

Se você gostou da ideia e quer implantar no seu estabelecimento, tome bastante cuidado ao divulgar, é muito importante que o seu consumidor tenha as regras de utilização do voucher bem transparentes.

Um dos principais pontos é informar o prazo para a utilização (de validade) do cupom, e quais produtos poderão ser usados ou consumidos com ele, se poderá ser da escolha do consumidor ou preestabelecido pelo estabelecimento.

Ser bem claro quanto a esses aspectos evita a insatisfação do cliente e, possíveis problemas futuros.

….

Os vouchers e tantas outras formas, são soluções para continuar vendendo no meio de uma grande crise da saúde e econômica. Mas, lembre-se sempre de prestar um bom atendimento e mostrar para o seu cliente a qualidade do que você oferece, facilitando o processo de compra nesse momento e, assim, mantendo a saúde do seu caixa.

Agora, é hora de inovar, manter a calma e acreditar que logo tudo passará.

Conteúdos relacionados

Por que sua empresa não está...

quero ler

5 Dicas para uma gestão eficiente!

quero ler

Saiba como organizar o financeiro da...

quero ler

Formulário de newsletter