blog

Geral

Como continuar vendendo em tempos de coronavírus?

12/05/2020

É fato que a crise causada pelo novo coronavírus já atingiu e vem atingindo muitas pessoas e negócios, principalmente os pequenos e médios. Muitos, infelizmente, até já fecharam permanentemente.

Mesmo aqueles que não fecharam, viram o seu faturamento despencar de um mês para o outro, precisando, urgentemente, encontrar outras alternativas para manter pelo menos parte do caixa girando. Pensando nisso, abaixo, separamos algumas dicas e soluções para você passar pelos desafios desse momento. Confira:

Delivery

Quem pensa que delivery é apenas para lanchonetes e restaurantes está totalmente enganado. Lojas de roupa, calçados, papelarias e outros comércios considerados não-essenciais também podem trabalhar com esse formato.

Só precisa ser bem estruturada a questão de pagamentos, prazo de entrega e, principalmente, a questão de troca de produto. Adapte o seu negócio e formalize tudo com o seu cliente. E, claro, não esqueça de divulgar muito essa nova forma de venda.

Bom atendimento

Por ocorrer preferencialmente e, em vários casos, somente à distância, manter um bom atendimento é indispensável.

Comprando online, o cliente terá muito mais dúvidas do que teria em uma compra presencial. Por isso, busque sanar qualquer dificuldade com muita paciência e carinho. Neste momento, todos estamos precisando de um pouco de atenção e cuidado, dessa forma, o seu atendimento pode ser um grande diferencial na decisão de compra.

Diferencie seus meios de pagamento

Oferecer outras formas de pagamento que fogem do comum, é uma forma de inovar e atrair mais clientes.

Um dos principais meios pode ser via transferência que, com a popularidade dos aplicativos de banco, está se tornando cada vez mais frequente. O seu cliente não precisa sair de casa e você tem a segurança de enviar o produto somente mediante comprovante.

Além disso, continue apostando nas vendas via cartão de crédito. Afinal, neste momento, quem puder, optará por compras parceladas.

Os vouchers também vem ganhando popularidade. Restaurantes, bares e salões de beleza, por exemplo, vendem um serviço que o cliente compra agora, por um valor mais atrativo, e poderá usar quando tudo acalmar. É uma maneira de manter pelo menos uma parte de giro do caixa.

Use e abuse das redes sociais

Por último, mas extremamente importante, as redes sociais. Esse é um dos principais meios que deve ser explorado nesse momento -senão o principal-. Neste momento, as pessoas estão priorizando a busca por serviços, produtos e conteúdo online.

Durante o afastamento, as redes sociais são capazes de te aproximar do seu consumidor. Por isso, aproveite para se conectar com ele. Use o Instagram para publicar os seus produtos/serviços, para mostrar o dia a dia da sua empresa ou do home office, para divulgar conteúdos de valor. Mostre ao seu cliente que você é “gente como a gente”.

O WhatsApp (o business é o ideal) também deve ser explorado. Vale enviar uma promoção especial, mostrar a sua forma personalizada de atendimento e, até mesmo, para perguntar como a pessoa está. Lembra da dica acima? Nesse momento, esses simples gestos se tornam um diferencial do seu serviço.

A verdade é que estamos vivendo um momento que ninguém esperava passar. Por isso, o principal é inovar e encontrar maneiras de driblar o problema, enfrentando da melhor forma possível.

O jeito tradicional de venda está mudando, é tempo de chegar até o seu cliente, em vez de esperar que ele chegue até você. Por isso, torcemos para que essas dicas ajudem a manter a saúde do seu negócio. O melhor é acreditar que juntos venceremos!

Conteúdos relacionados

Vouchers: uma solução para manter a...

quero ler

Como continuar vendendo em tempos de...

quero ler

Sistema para ordem de serviço: qual...

quero ler

Formulário de newsletter