fbpx

blog

Geral

LGPD: Como preparar a minha empresa?

01/12/2020

Para que a sua empresa se destaque diante à todas as outras, é importante estar sempre a frente em relação às mudanças e melhorias do mercado e uma dessas mudanças no mundo dos negócios, é a LGPD. Por isso, sempre mantenha-se atento, para que assim, você possa oferecer sempre o melhor.

Se você se interessa em saber o que é a LGPD, e outros fatores que implicam diretamente em sua empresa, é só continuar lendo que você saberá o essencial para a implementação.

E claro, se você estiver em busca de um software para te auxiliar diariamente, clique aqui para conhecer os softwares da Limber!

O que é a LGPD?

Agora falaremos sobre do que se trata a Lei Nº 13.709, de 14 de agosto de 2018, mais conhecida como LGPD, chamada de: Lei Geral de Proteção de Dados. Então, o principal objetivo dessa lei é proteger os dados pessoais dos usuários.

Os dados pessoais referenciados são: nome completo, os documentos, endereço, email, telefone e outros. Se trata sobre os dados que são pedidos para o consumidor no momento de cadastro/compra.

  • Por que a LGPD surgiu?

A LGPD surgiu para que o consumidor pudesse se sentir mais seguro ao compartilhar seus dados com as empresas. Assim, também contribuindo para a fidelização do cliente, pois as empresas que estão alinhadas com a LGPD, oferecem privacidade e segurança.

Essa é uma oportunidade para que a sua empresa se destaque entre as outras, pois, estamos a cada dia em um cenário mais competitivo. Por isso, é válido pensar em formas de indicar segurança para o consumidor, e a LGPD é uma opção!

Quem precisa da LGPD?

Essa lei se aplica a qualquer empresa que armazena os dados pessoais. Listas de e-mail e cadastro para programas de fidelização e contatos para realizar suporte também estão inclusos.

Então, basicamente, todas as empresas que pedem o básico de dados precisarão se adaptar a LGPD. E claro, é válido pensar na segurança que isso passará para o cliente, pois contribuirá no momento da decisão de compra.

Como adaptar a LGPD na empresa?

Para que a sua empresa consiga se adaptar à Lei Geral de Proteção de Dados, é importante seguir as etapas que será disponibilizado a seguir:

Por isso, leia com atenção e tenha precisão no momento da execução.

Etapas do processo de implantação da LGPD

  • Estude a LGPD

Antes de implementar e seguir as regras, é indispensável um grande estudo em cima da Lei Geral de Proteção de Dados. Para que assim, a sua empresa consiga entender cada regra envolvida.

Assim, possibilitando um melhor discernimento sobre a LGPD, resultando em um melhor procedimento no dia a dia da sua empresa. Por isso, estude e também passe treinamentos para as pessoas que lidam com os dados pessoais dos consumidores na sua empresa.

  • Mapeamento de informações

Uma das tarefas essenciais para que a sua empresa consiga se adaptar mais facilmente à LGPD, é fazer uma organização completa nas informações coletadas. Assim, você conseguirá mapear os processos desenvolvidos a partir das informações. Com isso, será possível gerenciar os ciclos dessas informações nas bases internas.

Então, por final, com os processos sistematizados e organizados, será possível reduzir alguns dos dados que seriam coletados no momento de cadastro. Essa ação é recomendada pela LGPD, pois assim, você terá menos dados para proteger, facilitando os processos da empresa.

  • Oferecer um canal de comunicação

Um canal de comunicação pode ajudar muito o seu negócio, pois essa é uma ferramenta que oferece transparência para os seus clientes, assim, melhorando a sensação de segurança pra eles.

A possibilidade de alteração nos dados, correção ou até a exclusão, é fundamental! Se você conseguir oferecer essa opção para os seus clientes, aumentará ainda mais a sua transparência.

Pois assim, os seus clientes terão a opção de gerenciamento dos dados. O que, claramente, faz toda a diferença no momento de transpassar segurança e privacidade.

  • Crie a política de privacidade e segurança

Separadamente, crie uma política de privacidade e outra de segurança. Essas duas políticas irão somar muito para que o seu cliente sinta-se seguro em disponibilizar os dados para a sua empresa.

Política de segurança

Tratando-se sobre a política de segurança, aborda-se a segurança da informação, onde ela é preventiva. Pois, não têm muito o que fazer se caso os dados vazarem.

Por isso, é essencial colocar em prática a política de segurança. É válido fazer a implantação da política no software que a sua empresa utiliza, no código utilizado no site, e até nos treinamentos dos colaboradores que lidam com os dados

Política de privacidade

Nesta política, engloba-se todos os detalhes sobre o armazenamento de dados pessoais dos consumidores. Por isso, este documento deve ser totalmente de fácil acesso para todos os clientes.

  • Buscar sempre estar atualizado

Atualização nunca é demais! Por isso, sempre busque estar atualizando as tecnologias da sua empresa. Isso demonstra para os seus clientes que a sua empresa é aberta à mudanças e sempre está em busca de melhorias.

  • Encontre um profissional

Para que a empresa possa realizar a implementação, é preciso ter um colaborador que seja especializado nisso. Este profissional precisa ter cursos de especialização para que ele consiga implementar e ajudar todos os outros colaboradores envolvidos com os dados pessoais.

Por isso, no momento de procurar um profissional para realizar a implementação, busque alguém que tenha a certificação da LGPD e seja especializado no assunto.

Empresas que seguem a legislação

A Limber Software já está seguindo os processos da Lei Geral de Proteção de Dados. Por isso, ao contratar um sistema da Limber, você poderá ficar tranquilo em relação à LGPD. Quer conhecer melhor os segmentos e produtos da Limber Software? É só clicar aqui!

Conteúdos relacionados

Como aplicar o funil de vendas...

quero ler

Gestão de PDV: entenda a importância...

quero ler

5 Estratégias para melhorar a experiência...

quero ler

Formulário de newsletter