fbpx

blog

Geral

10 passos para montar um restaurante

22/06/2021

Para um restaurante se destacar, é preciso que um conjunto de ações sejam feitas da forma correta, com tempo e dedicação desde o início. Pensando nisso, criamos este artigo que te mostrará um passo a passo para montar um restaurante de sucesso!

É nítido que hoje em dia o empreendedor deve estar atento à organização de atividades e ao controle de resultados do restaurante. Para isso acontecer, é preciso estar sempre à frente, acompanhando os processos diários. 

Portanto, confira o nosso guia para abrir um restaurante e esteja à frente do seu empreendimento desde os seus primeiros passos!

Montar um restaurante: o cuidado diário!

Para que o restaurante funcione, o proprietário deve viver a rotina da empresa, pois só assim poderá perceber problemas com a qualidade do serviço, clima entre funcionários, limpeza, desperdício e perda de alimentos e muitos outros fatores que fazem parte do dia a dia de um restaurante. 

Além disso, é preciso que o proprietário esteja de olho nas tendências do mercado, para que possa continuar inovando e melhorando o seu estabelecimento. Tudo isso pode envolver: troca de fornecedores, aquisição de novos equipamentos e outros.

Mas tudo isso só será possível se o proprietário estiver presente no restaurante! Sem isso, muitas situações podem passar despercebidas, o que pode resultar na diminuição do movimento ou outros problemas que poderiam ser evitados com uma boa administração. 

Guia completo para abrir um restaurante

Guia completo para abrir um restaurante

1º Escolha o seu tipo de restaurante

2º Seja especialista no seu negócio! 

3º Encontre o espaço ideal para montar seu restaurante

4º Normalize todas as licenças para abrir um restaurante

5º Analise a concorrência

6º Pesquise por fornecedores para o restaurante

7º Compre os equipamentos essenciais 

8º Monte uma equipe atenciosa e dedicada!

9º Trabalhe com marketing para restaurantes desde o início 

10º Utilize um sistema para restaurantes

Conclusão: o sucesso com seu guia para abrir um restaurante 

1º Escolha o seu tipo de restaurante

Para começar, escolha o tipo de restaurante que você quer abrir! Este é o momento de decidir sobre o que você oferecerá para o público. Será o serviço à la carte? Ou apenas delivery? Mas também têm o self-service e o rodízio! Ou você quer vender com um restaurante fast-food? Você também pode optar por preparar comidas típicas. 

No ramo alimentício, você tem várias opções para seguir. Veja uma breve explicação sobre algumas delas: 

À la carte – o restaurante oferece um cardápio com as opções de prato que a casa tem à disposição e o cliente pode escolher entre eles. A partir disso, o pedido é preparado naquele momento.

Delivery – o cliente faz o pedido e recebe em sua casa.

Self-service – é oferecido um buffet, no qual o próprio cliente serve-se, escolhendo os alimentos. A cobrança pode acontecer por peso ou por refeição. 

Rodízio – garçons permanecem constantemente oferecendo diferentes pratos ao cliente, que pode servir-se de pequenas porções de quantas opções desejar.

Fast-food – esse método é feito com comidas práticas para serem servidas rapidamente.

Comidas típicas – nessa opção, os pratos são feitos de acordo com os alimentos de uma determinada região ou país. Alguns exemplos são os restaurantes de comida italiana, chinesa, alemã ou àrabe. 

Esses são apenas algumas opções, e seu restaurante não precisa se limitar a apenas uma delas. É possível ter um rodízio de comidas típicas, ou um restaurante à la carte que também faz delivery, por exemplo.

2º Seja especialista no seu negócio! 

A partir da escolha de ramo alimentício, é preciso se especializar! Procure por cursos, estude, treine e se aperfeiçoe ao máximo, tanto antes quanto depois de montar o restaurante. Depois, procure funcionários com disposição para aprender, para quem você possa passar todo esse conhecimento. 

Assim, vocês conseguirão trabalhar de uma forma harmônica, todos seguindo uma metodologia de trabalho. Tudo isso ajudará muito nas relações dentro do seu restaurante e até nos seus resultados.

3º Encontre o espaço ideal para montar seu restaurante

Ao procurar o espaço para atender os seus clientes, pense muito sobre qual o lugar ideal para montar o seu tipo de restaurante

Por exemplo, se você for oferecer rodízio, é preciso ter um lugar com bastante mesas e espaço para os garçons circularem de maneira ágil. Já se for self-service, deve-se pensar em um lugar que tenha a área para o buffet, mesa e ainda um espaço razoável para circulação. 

Se for apenas delivery, você não precisará de mesas e de um espaço grande, já se for fast-food, deve-se pensar em todo o processo dentro da cozinha e também em um espaço considerável para os clientes realizarem a alimentação. 

E claro, lembre da decoração! A partir da escolha do tipo de negócio, você pode fazer algo temático, ou com outras decorações para deixar o lugar mais sofisticado. 

4º Normalize todas as licenças para abrir um restaurante

Normalize todas as licenças para abrir um restaurante

Agora, começaremos a falar sobre a parte burocrática! Para abrir o restaurante, você primeiro deve decidir se abrirá um MEI (Microempreendedor Individual) ou uma empresa no Simples Nacional.

O Microempreendedor Individual (MEI) é a opção para restaurantes menores ou para pessoas que trabalham como autônomas. Para abrir um MEI é necessário seguir as instruções do Portal do Empreendedor.

No entanto, MEIs só podem ter um funcionário e seu faturamento não podem passar de R$81 mil. Caso você esteja pensando em um restaurante maior, sua melhor opção é o Simples Nacional.

Para se inscrever no Simples, você deve acessar o Portal do Simples Nacional. A solicitação envolve mais documentos e seu restaurante pagará mais impostos. Por outro lado, seu limite de faturamento é muito maior, podendo chegar a R$ 4,8 milhões por ano.

Além disso, também é essencial garantir as licenças para o seu novo restaurante. Os documentos que você precisa são:

  • Alvará de funcionamento;
  • CNPJ;
  • RG e CPF do proprietário;
  • Contrato de Locação ou Compra e Venda do espaço;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS);
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Manual de Boas Práticas de Fabricação;
  • Registro de compra de alimentos.
  • Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs);
  • Outros documentos que a cidade pode exigir;

Para isso tudo, busque a prefeitura do seu município e se informe para que seu restaurante esteja totalmente legalizado para funcionar e atender seus clientes, evitando complicações futuras na sua gestão!

5º Analise a concorrência

Independente do ramo, é preciso que a análise da concorrência seja feita. Por isso, no ramo alimentício, não é diferente. Então, veja quem são os seus principais concorrentes e faça um estudo de mercado. 

É necessário saber sobre os pontos fracos e pontos fortes do concorrente, assim, você saberá exatamente o que fazer para se destacar. Explore seus diferenciais e seus pontos fortes, entregando o que o público almeja e que está em falta na sua cidade ou região. 

6º Pesquise por fornecedores para o restaurante

Para que o restaurante ofereça pratos excelentes, é preciso que os fornecedores entreguem produtos de qualidade. Por isso, é preciso escolher muito bem em quem você depositará essa confiança. 

Então, pesquise, peça recomendações, converse com outras pessoas do ramo, se informe antes de fechar negócio. Alimentos de ótima qualidade são essenciais para atrair clientes para seu restaurante, então, preze ao máximo por isso! 

7º Compre os equipamentos essenciais 

A compra dos equipamentos essenciais para o restaurante irá depender muito do tipo de negócio que você adotará. Mas confira uma lista dos principais, que são importantes para praticamente todas as opções: 

Cozinha

  • Eletrodomésticos (batedeira, liquidificador, micro-ondas) 
  • Forno industrial
  • Jogo de panelas 
  • Equipamentos para a conservação dos alimentos (freezer, geladeira, cortinas de ar, sistemas de ar)
  • Fritadeira
  • Utensílios de cozinha (talheres, pratos, etc) 

Salão de atendimento

  • Mesas e cadeiras
  • Balcão de atendimento (impressora, computador, telefone, máquinas de cartão, microterminal fiscal, software para gestão) 
  • Ambiente confortável (ar condicionado, som para o ambiente)
  • Utensílios para as mesas (porta-guardanapos, porta molhos, decoração para a mesa) 

Esses foram alguns utensílios, mas ainda há outros! Quer saber mais sobre equipamentos para restaurantes? Então leia mais: Equipamentos para restaurantes: Quais preciso ter? 

Lembre-se de que, muitas vezes, o produto barato pode sair caro. Então, procure por equipamentos com um custo-benefício que faça sentido para esse momento de montar o seu restaurante.

8º Monte uma equipe atenciosa e dedicada

Monte uma equipe atenciosa e dedicada

Para fazer tudo acontecer diariamente no restaurante, é preciso de colaboradores que realmente queiram que as coisas deem certo. Ou seja, pessoas preocupadas com o desempenho do restaurante perante os clientes!

Por isso, dê oportunidade para as pessoas aprenderem e compartilhe o seu conhecimento com elas. Assim você demonstra uma grande confiança nos colaboradores, o que ajuda a motivá-los. 

9º Trabalhe com marketing para restaurantes desde o início 

A divulgação começa cedo, por isso, utilize ferramentas como Instagram e Facebook para divulgar o novo restaurante! Comece postando sobre o que será oferecido, faça um suspense, crie expectativas nas pessoas. 

Compartilhe alguns detalhes do restaurante, já crie uma promoção para as pessoas que comparecerão na inauguração. Comece a criar um relacionamento com o público pelas redes sociais. 

Com essas atitudes, contando com o marketing digital, você conseguirá criar uma conexão com as pessoas, o que ajudará no momento da fidelização dos clientes do restaurante, contribuindo para a propaganda boca-a-boca. 

10º Utilize um sistema para restaurantes

A gestão de um negócio é muito relevante para o seu sucesso! Por isso, é essencial que o proprietário esteja sempre em busca de utilizar a tecnologia a seu favor para facilitar esse processo. Portanto, vale a pena contar com um sistema de gestão para restaurantes com as funcionalidades certas para ser o seu braço direito!  

Com o Limber Chef, é possível fazer a gestão completa do seu restaurante, envolvendo contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa, comanda eletrônica e muito mais!

Quer saber mais sobre o Limber Chef? É só solicitar uma demonstração gratuita! 

Conclusão: o sucesso com seu guia para abrir um restaurante 

Se você seguir todas as etapas deste passo a passo com atenção e dedicação, o seu restaurante tem tudo para ser um sucesso! 

Além disso, tenha cuidado ao escolher seus fornecedores, motive a sua equipe, cuide da aparência e limpeza do restaurante, divulgue nas redes sociais, disponibilize formas de fidelização e ofereça o melhor para o seu cliente com Limber Chef.

Conteúdos relacionados

Como o turismo pode se preparar...

quero ler

Quais as melhores formas de pagamento...

quero ler

Vender online sem e-commerce, é possível?

quero ler

Formulário de newsletter